domingo, 9 de março de 2014

GRES Império Serrano - Os cinco bailes da história do Rio - 1965

Lindo samba da Serrinha, composto por Dona Ivone Lara em parceria com o gênio Sillas de Oliveira e Bacalhau.
Foi com este samba que ela se torna a primeira mulher a fazer parte da ala de compositores da Escola de Samba.


Bandeira:




Você Sabia:
Neste ano aconteceu o primeiro carnaval temático da história, com o objetivo de comemorar os 400 anos da fundação da Cidade do Rio de Janeiro, todos os enredos foram sobre a Cidade.

Resultado do Carnaval de 1965
Grupo Especial (antigo grupo 1)
Dia: 28/02/1965
Local: Avenida Presidente Vargas na Candelária

1 - Acadêmicos do Salgueiro (História do carnaval carioca) - 132 pontos
2 - Império Serrano (Cinco bailes tradicionais na história do Rio) - 122 pontos
3 - Portela (Histórias e tradições do Rio Quatrocentão) - 122 pontos
4 - Estação Primeira de Mangueira (Rio através dos séculos) - 117 pontos
5 - Unidos da Capela (Rio de ontem e de hoje) - 104 pontos
6 - Mocidade Independente de Padre Miguel (Parabéns pra você, Rio) - 95 pontos
7 - Aprendizes de Lucas (Progresso e tradições do Rio) - 92 pontos
8 - Império da Tijuca (Apoteose ao Rio de Janeiro) - 89 pontos
9 - União de Jacarepaguá (Carnaval, alegria do Rio) - 86 pontos
10 -  Imperatriz Leopoldinense (Homenagem ao Brasil no IV Centenário do Rio) - 53 pontos


Foram rebaixadas para o grupo de acesso:
União de Jacarepaguá e Imperatriz Leopoldinense

Subiram para o Grupo especial:
Acadêmicos de Santa Cruz e Unidos de Vila Isabel

Intérprete na Avenida: Vozes Imperianas
Carnavalesco: Comissão de carnaval
Colocação: 2º Lugar

Enredo: Os cinco bailes da história do Rio
Ano: 1965
Autores: Silas de Oliveira, Dona Ivone Lara e Bacalhau


Letra:

Carnaval, doce ilusão
dê-me um pouco de magia
de perfume e fantasia
e também de sedução
quero sentir nas asas do infinito
minha imaginação
eu e meu amigo Orfeu
sedentos de orgia e desvario
cantaremos em sonho
Os Cinco Bailes da História do Rio.
Quando a cidade completava
Vinte anos de existência
Nosso povo dançou.

Em seguida era promovida a capital
a corte festejou
iluminado estava o salão
na noite da coroação
ali no esplendor da alegria
a burguesia fez sua aclamação
vibrando de emoção
o luxo e a riqueza
imperou com imponência
a beleza fez presença
comemorando a Independência.

Ao erguer a minha taça
Com euforia
Brindei aquela linda valsa.

Já no amanhecer do dia
A suntuosidade me acenava
E alegremente sorria
Algo acontecia
Era o fim da monarquia

Lá rá rá lá rá rá rá rá rá rá.

Abaixo o samba na voz de Dona Ivone Lara

domingo, 16 de fevereiro de 2014

GRES Acadêmicos do Salgueiro - Um caso por acaso - 1995

Arrepia salgueiro!
Gosto muito deste samba, com um enredo que bota uma dúvida em nossas cabeças. Será que o Brasil foi realmente descoberto em 1500?

Bandeira:




Você Sabia:

Resultado do Carnaval de 1995
Grupo Especial
Dia: 26 e 27/02/1995
Local: Rua Marquês de Sapucaí - Sambódromo

1 - Imperatriz Leopoldinense (Mais vale um jegue que me carregue, que um camelo que me derrube... lá no Ceará) - 300 pontos
2 - Portela (Gosto que me enrosco) - 299,5 pontos
3 - Beija-Flor (Bidu Sayão e o canto de cristal) - 299 pontos
4 - Mocidade Independente de Padre Miguel (Padre Miguel olhai por nós) - 299 pontos
5 - Acadêmicos do Salgueiro (Um caso por acaso) - 298,5 pontos
6 - Estação Primeira de Mangueira (A esmeralda do Atlântico) - 297 pontos
7 - Estácio de Sá (Uma vez Flamengo...) - 296,5 pontos
8 - Unidos do Viradouro (O rei e os três espantos de Debret) - 294,5 pontos
9 - Unidos de Vila Isabel (Cara e Coroa, as duas faces da moeda) - 294 pontos
10 - Caprichosos de Pilares (Da terra brotei, negro sou ouro virei) - 289,5 pontos
11 - União da Ilha do Governador (Todo dia é dia de índio) - 288,5 pontos
12 - Unidos da Tijuca (Os nove bravos do Guarani) - 286 pontos
13 - Tradição (Gira roda! Roda gira!) - 284 pontos
14 - Unidos da Ponte (Paraná esse estado leva a sério o meu Brasil) - 284 pontos
15 - Império Serrano (O tempo não pára) - 275 pontos
16 - Acadêmicos do Grande Rio (Estória para ninar um povo patriota) - 268 pontos
17 - São Clemente (O que é, o que é... que não é, mas será?) - 261,5 pontos
18 - Unidos de Vila Rica (Deu pano pra manga) - 255 pontos


Foram rebaixadas para o grupo de acesso:
São Clemente e Unidos de Vila Rica

Subiram para o Grupo especial:
Unidos de Porto da Pedra e Império da Tijuca

Intérprete na Avenida: Quinho
Carnavalesco: Roberto Szenieck
Colocação: 5º Lugar

Enredo: Um caso por acaso
Ano: 1995
Autores: Márcio Paiva, Adalto Magalha e Eduardo Dias


Letra:

Navegando...
Nesse mar eu vou
Caravelas portuguesas
O comércio e a riqueza
Dom João proporcionou
Vento forte, timoneiro rumo à sorte
A África ele conquistou
Sereias e serpentes,
Cenas envolventes
O sonho se realizou
Colombo está contente
Descobre o continente
E Duarte se encantou
Amor, amor
Quem foi, quem foi
Que descobriu o meu Brasil?
Pois o tratado eu sei que existiu

Viajando foi às Índias
Vasco da Gama o navegador (foi quem comandou)
O acordo foi fechado
E novamente a Europa desfrutou
Então Cabral partiu, oficializou
Rezaram a missa como o rei mandou

Ô me leva que também vou (eu vou, eu vou)
A festa vai começar (vou me acabar)
Quero ver você sorrir
A galera sacudir
Ao ver meu Salgueiro passar

Abaixo o samba na voz de Quinho