sábado, 9 de maio de 2015

GRES Império do Marangá - Dos Balões aos Aviões - 1981

Um bom samba da extinta Escola de Jacarepaguá, na inesquecivel voz de Abílio Martins, uma das vozes mais marcantes do carnaval do Rio de Janeiro em todos os tempos.

Curiosidade:


Foi fundada a 20 de janeiro de 1957, a partir da fusão das escolas Império de Jacarepaguá e Unidos do Marangá.

Bandeira:




Resultado do Carnaval de 1981

Grupo 1-B atual Grupo de Acesso
Dia: 02/03/1981
Local: Rua Marquês de Sapucaí - Sambódromo

Classificação:

1 - Unidos de São Carlos, atual Estácio de Sá (Quem diria, da Monarquia à boemia, ao esplendor da Praça Tiradentes) - 171 pontos
2 - Império da Tijuca (Cataratas do Iguaçu) - 171 pontos
3 - Unidos de Lucas (O imperador de Parada de Lucas) - 167 pontos
4 - Lins Imperial (Meu padim Padre Cisso) - 166 pontos
5 - Unidos do Cabuçu (De Daomé a São Luis, a pureza da mina Jêje) - 164 pontos
6 - Acadêmicos de Santa Cruz (Amazonas, verde que quero verde) - 154 pontos
7 - Unidos de Bangu (É hoje, a história do carnaval) - 152 pontos
8 - Arranco do Engenho de Dentro (Ou isto ou aquilo) - 149 pontos
9 - Arrastão de Cascadura (Rudá, o deus do amor) - 148 pontos
10 - Império do Marangá (Dos balões aos aviões) - 142 pontos
11 - União de Jacarepaguá (Mauicéia em noite de festa) - 141 pontos
12 - Caprichosos de Pilares (Amor, sublime amor) - 139 pontos

Foi rebaixada para o Grupo 2-A
Nenhuma escola foi rebaixada de Grupo.

Subiu para o Grupo 1-A ( Atual Grupo Especial)
Estácio de Sá e Império da Tijuca


Intérprete na Avenida: Abílio Martins
Colocação: 10º Lugar (Grupo 1-B atual Grupo de Acesso)

Enredo: Dos Balões aos Aviões
Ano: 1981
Autor: Paulinho, Nélson, Carlinhos Cavalcanti e Vanderlei



Letra:

Lá vai o gavião, lá vai,
Riscando o céu azul,
Cruzando o mar

O homem primitivo viu,
E daí surgiu o desejo de voar

Através dos tempos
A arte de voar
Se aperfeiçoou quanto
E quantos heróis,
Recebem de nós
Louvor glórias,
E glórias de coração
Ao nosso Santos Dumont,
Eterno pai da aviação

Voou, voou, voou, voou,
E o mundo inteiro viu,
Voou o 14 bis,
E o passarola não caiu

Com o espaço conquistado,
O homem cumpriu seu papel
O progresso chegou,
E fez estradas no céu,
Vai meu Brasil, gigante
Numa era espacial
A lua não é só dos namorados,
Também é do universo a capital

Controla o vôo, controlador
A aeromoça lá no céu é uma flor


Abaixo o samba na voz de Abílio Martins

sábado, 27 de dezembro de 2014

GRES Unidos da Tijuca - O sol brilha eternamente sobre o mundo de língua portuguesa - 2002

Bela homenagem a Língua Portuguesa e a CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa). Ganhou estandarte de Ouro de Melhor Enredo e Comissão de Frente.

Curiosidade:


A Comissão de Frente da Escola, veio com um pavão que abria a cauda formando um leque e surgiam as 8 bandeiras dos Países que formam a CPLP (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste)
Hoje a CPLP possui 9 membros com a entrada da Guiné Equatorial mas no ano de 2002 eram 8.

Bandeira:




Resultado do Carnaval de 2002

Grupo Grupo Especial
Dia: 10 e 11/02/2002
Local: Rua Marquês de Sapucaí - Sambódromo

Classificação:

1 - Estação Primeira de Mangueira (Brasil com Z é pra cabra da peste, Brasil com S é a nação do nordeste) - 399,5 pontos
2 - Beija-Flor (O Brasil dá o ar da sua graça de Ícaro a Rubem Berta - O ímpeto de voar) - 399,4 pontos
3 - Imperatriz Leopoldinense (Goitacazes… Tupi or not Tupi, in a south American way) - 396,1 pontos
4 - Mocidade Independente de Padre Miguel (O grande Circo Místico) - 395 pontos
5 - Unidos do Viradouro (Viradouro, Vira-Mundo, Rei do Mundo) - 394,1 pontos
6 - Acadêmicos do Salgueiro (Asas de um sonho viajando com o Salgueiro, o orgulho de ser brasileiro) - 392,9 pontos
7 - Acadêmicos do Grande Rio (Os papagaios amarelos nas terras encantadas do Maranhão) - 391 pontos
8 - Portela (Amazonas, esse desconhecido - Delírios e verdades do eldorado verde) - 388,9 pontos
9 - Império Serrano (Aclamação e coroação do Imperador da Pedra do Reino) - 384,7 pontos
10 - Unidos da Tijuca (O sol brilha eternamente sobre o mundo de língua portuguesa) - 380,8 pontos
11 - Unidos do Porto da Pedra (Serra acima rumo a terra dos coroados) - 378,9 pontos
12 - Caprichosos de Pilares (Caprichosos em alto astral, com Porto Alegre trilegal) - 361,6 pontos
13 - Tradição (Região dos Lagos - Os encantos da Costa do Sol) - 361,6 pontos
14 - São Clemente (Guapimirim, paraíso ecológico abençoado pelo Dedo de Deus) - 356,2 pontos

Foi rebaixada para o Grupo A
São Clemente

Subiu para o Grupo Especial
Acadêmicos de Santa Cruz


Intérprete na Avenida: Wantuir
Carnavalesco: Milton Cunha
Mestre de Bateria: Mestre Celinho
Rainha de Bateria: Fábia Borges
Mestre-Sala: Rogerinho
Porta-Bandeira: Lucinha
Colocação: 10º Lugar

Enredo: O sol brilha eternamente sobre o mundo de língua portuguesa
Ano: 2002
Autor: Haroldo Pereira, Valtinho Júnior e Wantuir



Letra:

Portugal
Nas caravelas do idioma viajei
Nessa aventura lusitana
Os cinco continentes alcancei
Bordei palavras sobre as ondas do mar (Oi! Do mar)
E na linha do horizonte
A língua se fez poesia uma odisséia de amor
Navegar é Preciso de Angola ao Timor (ô ô ô)
Cultura! Riqueza!
Iluminando o mundo de língua portuguesa

Trago à mesa a alegria e amor!
Que a família tijucana chegou!
Com bom papo e harmonia e samba no pé!
A minha língua, é minha Pátria, é minha fé!

Sopra o vento dos Deuses
Pra língua semear
Na costa africana na voz dos Orixás
Temperei com arte em Goa
E mercados de Macau
Fala Brasil !! Brasil...
A morenice em um povo encontrei
Mundo novo me apaixonei Hoje é só sedução
Salve a luta do Timor!
Pela Liberdade de expressão

Rasgou no céu um cometa
Explode em sete cores
A nova era, oito explendores
A língua é força é união
A homenagem vem na cauda do pavão


Abaixo o samba na voz de Wantuir